O Instituto
Pró-Carnívoros

O Instituto para a Conservação dos Carnívoros Neotropicais – Pró-Carnívoros é uma associação civil, de direito privado, não governamental e sem fins lucrativos. Foi fundada no Brasil em 1996, está sediada em Atibaia - SP e tem projetos a campo em diversos pontos do país. Clique para saber mais

Novidades por e-mail

Programa Amigos da Onça captura mais uma onça-parda

Publicado por Instituto Pró-Carnívoros em 13/08/2019
onca parda enel

E agosto começou com o pé quente!
O Programa Amigos da Onça conseguiu capturar mais uma onça-parda (´Puma concolor´) e será o primeiro macho da espécie a ser monitorado via satélite no bioma Caatinga.

A equipe, coordenada pela bióloga Claudia Buenos de Campos, iniciou uma campanha de 30 dias em agosto no Boqueirão da Onça, norte da Bahia, e conseguiu capturar hoje um jovem macho, batizado carinhosamente com o nome de “Gonzaga”, em homenagem ao rei do baião.

Essa campanha faz parte do programa de conservação da fauna (Monitoramento das onças-pardas e onças-pintadas), sob responsabilidade da ENEL Green Power do Brasil, que é pioneira entre as empresas de geração de energia renovável, no uso deste método para o monitoramento de grandes predadores.

Agora os passos de Gonzaga serão monitorados pela equipe, assim como os de Luísa, para nos mostrar como vivem no Boqueirão da Onça. O Programa também acompanha os passos da onça-pintada Rei por meio de armadilhas fotográficas. O objetivo da captura é obter conhecimento sobre os hábitos das onças-pintadas e das onças-pardas na Caatinga, principalmente sobre seus deslocamentos. Os dados serão utilizados pela Enel para o direcionamento das ações de redução dos possíveis impactos negativos dos empreendimentos sobre essas espécies, e pelo Programa Amigo das Onças nas suas ações de conservação.

Agradecimentos:
Apoio técnico do veterinário Jorge Salomão e dos auxiliares de campo Neto, Ismael e Dinho. Logístico do Prof. Luiz Pereira – Cemafauna Caatinga / Univasf-Petrolina/PE. Vivência em campo da estudante de medicina veterinária Joyce e do estudante de biologia Murilo.