Região de Atuação

Galerias de Imagens

Gatos do Mato – Brasil


Equipe Responsável


Coordenador do projeto:
Tadeu Gomes de Oliveira

 

Descrição

 

O Contexto:

O “Projeto Gatos do Mato – Brasil” é hoje um programa de pesquisa voltado ao estudo de uma série de parâmetros ecológico-conservacionistas de todas as espécies de pequenos felinos encontrados no Brasil.  O mesmo teve início em 2004 através de um edital do FNMA (FNMA/PROBIO 2003), tendo suas atividades sido continuadas e acrescidas ao longo de todo este período de 13 anos. Pela sua multidisciplinariedade e abrangência, chegou a contar com mais de 25 pesquisadores atuando nas mais diversas áreas (história natural, ecologia, genética, doenças), de 12 instituições, em 10 estados e 6 biomas. Mais de 20 áreas de campo já foram trabalhadas pelo projeto, muitas das quais de forma contínua. Hoje, as ações estão mais concentradas na parte ecológico-conservacionista, contando com cerca de 15 pesquisadores. Os números do “Gatos do Mato – Brasil” chegam a impressionar: 01 livro publicado, 5 capítulos em livros internacionais, incluindo a Oxford University Press, mais de 26 artigos científicos, >22 trabalhos apresentados em eventos internacionais, > 25 em eventos nacionais. Na esfera da mídia também já alcançou bons resultados, tendo sido objeto de diversas matérias em revistas nacionais e internacionais, inclusive de capa. Projeto do mês da IUCN, prêmio de melhor trabalho em congresso nacional, além de uma série de matérias em jornais, TV e portais da web. Recentemente o projeto foi convidado pela BBC para participar de uma nova e inovadora série de documentários, tendo sido as filmagens realizadas no período de Fevereiro-Março de 2017.

Ao longo dos seus anos de atividade, o Gatos do Mato – Brasil pôde fazer uma série de contribuições à conservação das espécies de pequenos felinos. Estas incluíram inclusive ações nas esferas nacional e mundial.

 

Contribuições para a Conservação

  • Avaliação de Status: mudança nas categorias de ameaça de várias espécies – Listas Vermelhas

ü  Mundial: IUCN 2008 e 2015/2016 – 4 espécies mudaram de categoria de ameaça por conta de dados gerados no projeto

ü  Lista Nacional: determinação do status das espécies da lista de 2014

ü  Listas Estaduais (Bahia, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul)

  • Plano de Ação Nacional dos Pequenos Felinos
  • Subsídios para manejo de populações naturais das espécies de felinos de pequeno-médio porte
  • Descoberta de novas populações e de processos ecológicos e evolutivos únicos, com grandes implicações para conservação e manejo das espécies

 

Contribuições para a Ciência

*  “Efeito pardalis”: proposição de uma nova teoria ecológica acerca da dinâmica das populações de carnívoros de médio porte, onde o felino mesopredador dominante, Leopardus pardalis (jaguatririca/maracajá-verdadeiro), ditaria o aumento ou a diminuição dos números populacionais das demais espécies de felinos de menor porte

*  Estimativas de densidade de todas as espécies de pequeno-médio porte, a maioria das quais as primeiras obtidas a nível mundial;

*  “Efeito pardalis”: proposição de uma nova teoria ecológica acerca da dinâmica das populações de carnívoros de médio porte, onde o felino mesopredador dominante, Leopardus pardalis (jaguatririca/maracajá-verdadeiro), ditaria o aumento ou a diminuição dos números populacionais das demais espécies de felinos de menor porte

*   Desmistificação de uma série de mitos acerca da distribuição geográfica do gato-pintado (Leopardus tigrinus), além da descoberta de novas populações de gato-palheiro (Leopardus colocola) e maracajá-peludo (Leopardus wiedii) em áreas consideravelmente distantes da sua área de ocorrência conhecida;

*  Descoberta de um processo evolutivo único no mundo e que também demonstrou existir não apenas uma, mas duas espécies do que se conhecia como gato-do-mato (Leopardus tigrinus): L. tigrinus e L. guttulus; (Trigo et al. 2013)

Saiba mais sobre o projeto, acessando esse link: SUMMIT GATOS DO MATO

 

Download de Arquivos