Região de Atuação

Avaliação do estado de conservação de felinos no Parque das Neblinas, Bertioga, SP


Equipe Responsável


Coordenadora do projeto:

Dra. Kátia Ferraz, bióloga
Equipe executora:
MSc. Maísa Ziviani, bióloga
Dra. Cláudia Bueno de Campos

Descrição

O bioma Mata Atlântica vem sendo devastado há mais de 500 anos, restando hoje poucos remanescentes expressivos em tamanho, sendo o Parque Estadual da Serra do Mar um dos maiores, com grande destaque para a conservação da fauna resiliente. Logo, torna-se de suma importância unir esforços para conservação de áreas como esta, que ofereçam recursos necessários para a sobrevivência e manutenção da comunidade de mamíferos de médio e grande porte, incluindo predadores de topo, como os felinos. Neste contexto, este estudo, que será desenvolvido no Parque das Neblinas, remanescente do bioma Mata Atlântica contíguo ao Parque Estadual da Serra do Mar, tem como objetivo principal avaliar o estado de conservação de cinco espécies focais de felinos (Leopardus pardalis(jaguatirica), L. tigrinus (gato-do-mato-pequeno), L. wiedii (gato-maracajá), Puma concolor(onça-parda) e P. yagouaroundi (gato mourisco)), através da estimativa da densidade populacional e abundância relativa. O método utilizado será o registro das espécies por armadilhas fotográficas, distribuídas sistematicamente em 10 estações (duas armadilhas cada), nas três áreas amostrais, com distância fixa de 1 km entre elas. Os dados serão analisados através do software PRESENCE® a fim de estimar a probabilidade de ocupação e a densidade das populações amostradas. Os resultados obtidos permitirão descrever a estrutura da comunidade de felinos e como esta se distribui no remanescente. Estas informações são necessárias para subsidiar planos de manejo, visando a conservação a médio e longo prazo destas espécies e do ecossistema local.