O Instituto
Pró-Carnívoros

O Instituto para a Conservação dos Carnívoros Neotropicais – Pró-Carnívoros é uma associação civil, de direito privado, não governamental e sem fins lucrativos. Foi fundada no Brasil em 1996, está sediada em Atibaia - SP e tem projetos a campo em diversos pontos do país. Clique para saber mais

Novidades por e-mail

Novo guia de identificação de pelos

Publicado por Instituto Pró-Carnívoros em 18/11/2014

Ajudar na identificação de mamíferos através de um método simples e barato. Este é um dos objetivos do “Guia de Identificação de Pelos de Mamíferos Brasileiros”, escrito pelo Perito Criminal Federal Guilherme Henrique Braga de Miranda, com apoio dos professores Flávio Rodrigues e Adriano Paglia, da Universidade Federal de Minas Gerais. A obra foi lançada durante o Encontro de Tráfico de Animais, realizado entre os dias 15 e 17 de novembro no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, em Brasília (DF).

O guia de pelos é o resultado de um esforço de pesquisa formalizado durante um período de seis meses de residência pós-doutoral que se dividiu entre o Laboratório de Ecologia de Mamíferos da Universidade Federal de Minas Gerais, localizado em Belo Horizonte, e o Laboratório de Fauna do Instituto Nacional de Criminalística da Policia Federal, em Brasília. Foram coletadas amostras de pelos de 33 espécies de mamíferos pertencentes a 11 famílias. As amostras foram obtidas de material tombado em coleções de três universidades (UFMG, PUCMG e UnB). Os pelos obtidos foram submetidos à análise microscópica dos padrões de cutícula e medula, visando a produção de material de referência (microfotografias e coleção tricológica) que, no futuro, poderá ser utilizado como padrão em exames de identificação taxonômica para fins forenses ou estudos ecológicos (dieta, área de vida e distribuição geográfica).

O público-alvo do guia, além dos profissionais da área pericial que realizam exames em partes de animais, são pesquisadores, professores e estudantes das áreas de ecologia e zoologia com interesse nos pelos para identificação de mamíferos que atuam como presas, predadores ou simplesmente espalham seus pelos por ambientes de estudo.
O guia está sendo lançado pela editora Ciências Forenses, da Academia Brasileira de Ciências Forenses, com apoio da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais e da Academia Nacional de Polícia.

Trata-se de publicação sem fins lucrativos, que está sendo distribuída, mediante taxa de custeio de despesas de edição e distribuição (no valor de R$ 20,00). Contato no e-mail: professorguilhermedemiranda@gmail.com

Fonte: http://www.apcf.org.br/Noticias/AgenciaAPCF/tabid/341/post/perito-criminal-federal-lan-a-guia-para-identifica-o-de-mam-feros-por-meio-dos-pelos/Default.aspx
Currículo dos autores

Guilherme Henrique Braga de Miranda
É graduado em Geologia (1991) e Ciências Biológicas (1997) pela Universidade de Brasília, Mestre (1997) e Doutor (2004) em Ecologia pela mesma universidade, com pós-doutorado em Tricologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Foi chefe da Divisão de Manejo de Recursos Naturais do Jardim Botânico de Brasília, professor da Universidade Católica de Brasília e pesquisador da Embrapa Pantanal. Atua como Perito Criminal Federal desde 2002, sendo um dos fundadores da Área de Perícias de Meio Ambiente do Instituto Nacional de Criminalística da Diretoria Técnico-Científica do Departamento de Polícia Federal. Tem se dedicado ao ensino e à pesquisa policial, estando lotado na Academia Nacional de Polícia desde 2009, onde é o editor das publicações científicas da Escola Superior de Polícia.

Flávio Henrique Guimarães Rodrigues
Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (1992), mestrado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (1996) e doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Atualmente é professor da Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre, da UFMG. Atua na área de Ecologia, com ênfase em ecologia e conservação de mamíferos, principalmente nos seguintes temas: conservação, história natural, biogeografia e comportamento.

Adriano Pereira Paglia
É biólogo formado pela Universidade Federal de Viçosa. Concluiu o mestrado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre) pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997) e o doutorado em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre (ECMVS) pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007). Trabalhou na Conservação Internacional (CI-Brasil) até agosto de 2010. Atualmente é professor adjunto do departamento de Biologia Geral da UFMG. Atua na área de Ecologia, com ênfase em Biologia da Conservação e Ecologia de Mamíferos.